Muita alma nessa hora.
Eu me chamo Antônio.  (via supostos)

Ultimamente não tenho encontrado palavras para falar tudo o que estou sentindo, o que está se passando em minha cabeça, as loucuras que estão me rodeando. E isso tudo é por sua culpa, e nem adianta dizer que não é, porque é sim. Você chegou como uma brisa leve e depois se transformou num enorme furacão, me deixando de ponta a cabeça. Agora não tenho certeza do que quero, do que eu gosto, do que devo fazer e não consigo tomar decisões, pois a dúvida está sempre presente. Estou me sentindo num beco sem saída. Preciso saber o que fazer com isso tudo, cansei das pessoas falarem, cansei dessa indecisão, cansei de me perguntar várias vezes ‘qual o meu problema?’ e cansei dos meus medos. Poderia deixar claro o que quer de mim? Pode me dizer o que fazer? Daria para você ajeitar toda essa bagunça? Porque desde criança aprendi que quando a gente desorganiza depois tem que arrumar. O seu amor me enlouqueceu e eu preciso voltar para minha lucidez.
Epístolas para Ben.  (via supostos)

Sou emotivo
sem nenhum motivo.
Julio Venori.   (via pronuncio)
As feridas da alma são curadas com carinho, atenção e paz.
Machado de Assis   (via cantamor)
Eu tô pedindo a tua mão, me leve para qualquer lado.
Cazuza. (via p-escad0radeilusoes)

Vou te contar um segredo: Não sei amar pouco.
Luara Quaresma. (via saudadereprimid-a)